Procura-se... livro ou juízo!



MÃE, gostas de xenhores pêtos?
E um buraco para me enfiar, em plena estação de metro, contigo no colo e o teu dedinho em riste a apontar:
Olh'ali uma xenhora pêta!
E eu, envergonhada até às orelhas, que no meio do frio até senti as mãos e os pés a arder, e mais não soube que dizer:
E olh'aqui uma menina tola... Pode ser que alguma senhora repare e aponte para ti também!
Eu sei que percebes que há um proibido na observação, que não há maldade, que não há mais do que um desafio implícito à minha autoridade e a constatação de uma intrigante fragilidade minha... Mas continuo à espera de um livro que explique o que tão bem sei explicar mas não consigo, no calor do momento, e de um buraco onde me enfiar de cada vez que o teu dedo se levanta no ar!

1 comentário:

cem dias disse...

estou a imaginar a cena ehehehehe
embora não haja maldade, é uma vergonhaça ehehehe