Vitória, Vitória...acabou-se a História!


Recebi os resultados das tuas análises, Pipoquita. E é tempo de encerrarmos mesmo este assunto de vez... Está tudo, mas absolutamente tudo, dentro dos parâmetros normais!
Deitei-me a pensar se serei mesmo capaz de deixar de ser desconfiada. E cheguei á conclusão que não, mas que não faz mal. Melhor do que a segurança tantas vezes falsa de analises e exames médicos é a certeza de que nunca vou baixar a guarda... e no que diz respeito ao glúten, como no que diz respeito a tudo o resto na tua saúde física e psíquica, para o resto das nossas vidas!
Posto isto, vou relaxar. Vou tirar os macaquinhos do sótão e mandá-los á rua passear ao sol, apanhar ar e brisa do mar, que o sol já bronzeia e o calor faz sonhar com férias, praia, bikinis e protectores solares!
Provavelmente, há quem me conheça e esteja neste momento a duvidar que eu seja capaz de o fazer realmente, porque não há muitas gente tão teimosa quanto eu... mas sou tão capaz de teimar até à morte, como esquecer e mandar para trás das costas seja o que for! Só depende da minha mentalização.
E confesso que foi um alívio muito grande começar a ver as análises e não encontrar nada em que pegar para andar a moer mais um monte de meses... não sei se estava mesmo realmente preparada para isso. Lá teria de ser, é certo. Mas estava ao mesmo tempo expectante de que não fosse preciso... e não vai ser.
Por isso... vamos encerrar o capítulo da novela do glúten, o que te parece?

4 comentários:

ana disse...

Agora sim vais poder olhar, com outros olhos, para as fotografias de bebé do papá da Pipoca e encontrar as semelhanças físicas entre os dois...

Eli Gee disse...

Ai...ai...ai... mas e quem não vê essas semelhanças físicas??? Só um cegueta! Lol!

Esse argumento é que para mim sempre teve/tem limitações... o papá da Pipoca também poderá ter sensibilidade ao gluten... e nem nunca vir a saber que tem!

Mas se não tiver manifestações da doença propriamente dita, menos mal... para os dois!

Assunto arrumado!

Carla R. disse...

... com pós de prilimpimpim, a história chegou ao fim.

(conheces?)

nur disse...

boa boa!