A Pipoca e a Mãe

No outro dia, apareces ao pé de mim com uma foto minha, com barrigão de Pipoca ás 37 ou 38 semanas...
«é a mãe, nesta altura a mãe tinha a Filipa na barriga, sabias?»
xabia...
uns dias mais tarde, a mesma conversa vem á baila e tu levantas-me a camisola e com o ar mais sério do mundo, a apontar para a minha barriga, dizes
quéio...
Ainda não sabes tu, a quantidade de vezes que vais querer voltar á barriga da mãe... é quando o patrão te chatear, o marido andar de candeias ás avessas contigo, queimares o jantar, tiveres decisões importantes para tomar, não souberes o que vestir... ui!
A mãi é ninda!
«não é nada, a mãe é feia!» digo
sobrolho franzido, beicinho e mão ao alto, pronta a agredir-me com violência...
NHÃO! A Mãi é ninda!
êta... então se a mãe é linda, porque estás tão zangada com ela? Hihihi!
Deixa filhota, ... bamo compá uma compa, (vamos comprar umas compras, ou seja, fazer compras!) que isso passa!

5 comentários:

gisela disse...

será que a pipoca não queria antes a mãezola de barriga "outra vez" e não ser ela a barriga?
Falo por mim, cada vez penso mais em "abreviar" a vinda de um segundo. E o cerejal acho que amplificou esses pensamentos.

Paula disse...

A Pipoca ainda não consegue acabar as frases todas... Ela queria dizer: quéio um mano... Mãezola... Tens de saber ler nas entrelinhas... :)

Carla disse...

A menina é "d'oiro" (como diria uma amiga minha)

Anónimo disse...

A pipoca está é a antever a chegada de um mano!... Já o Gabriel chama muito pela pima e por um pimo, que ainda não tem!!!! Eles lá sabem... oh! Oh!

Eli Gee disse...

Eh lá que grande complô, Pipoca, para te arranjar um mano que aqui se instalou... hihihi...

Há-de vir... há-de vir...

Lol!