No Verão de S. Martinho...


Recompensam-se as boas acções com um calorzinho ameno que, vá lá, lembra a Primavera... hum... dificilmente o Verão. Mas enfim, a tradição manda que se lhe chame assim. Martinho, de acordo com a lenda, foi um soldado francês que, ao regressar ao seu país (vindo de Itália), encontrou um pobre mendigo debaixo do típico vento gelado do Alpes e... de um golpe, abriu ao meio a sua capa vermelha, para partilhá-la com o senhor. De uma assentada o tempo frio deu lugar a um solinho quentinho e o vento abrandou. Durante 3 dias (tempo suficiente para o dito soldado atravessar os Alpes e chegar ao seu destino, Tours) a temperatura foi amena e o sol espreitou e há quem explique assim o bom tempo que a meterologia habitualmente nos prevê para estes dias!
Como é que daí se chega ás castanhas assadas e á agua pé (eu cá gosto mais de Jeropiga!) não me perguntes, querida Pipoca... acho que o tempo bonito, de sol e calor, inspira o convívio e á barriguinha cheia de castanhas!
Bem, novidades... Sábado fomos a Almeirim com o tio Bruno, a tia Simone e os primitos Maria e Tomás. Aliciados pela famosa Sopa da Pedra, lá nos pusemos a caminho e regressámos pelo fim da tarde. Acho que gostáste muito do passeio! No fim da tarde fomos despedir da tia Carla, do tio Gabes e do primo Diogo... A mãezola ficou tristonha. Eles vão estar dois mesitos nos Açores, a tia tem lá umas formações para dar.
De resto... ontem fui buscar as tuas análises ao SAMS. A boa notícia é que aquando da recolha já não havia infecção nenhuma. A urocultura deu resultado negativo para a presença de bactérias e já não há leucócitos nem nitritos na Urina II! A má notícia é que começáste a tomar antibiótico sem necessidade... bem, mais vale prevenir que remediar...
Amanhã é dia de consulta com o Dr. Velho... Bah! Andava para aqui inquieta, a contar os dias que faltavam. Nem te sei dizer muito bem porquê, nem o que espero da consulta, nem se acho que ela produzirá alguma diferença, nem em quê. Certo é, que quero muito poder pesar-te numa balança de confiança para começar a controlar o aumento de peso com esta dieta. Para mim é importante perceber se ela interfere com o peso e de que forma. E conversar... conversar com quem supostamente perceba do assunto...bem preciso.
Logo se vê, não achas?
Vai uma castanhinha? (agora ocorreu-me: será que podes comer castanhas?)

4 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Graças a Deus a nossa menina não tem nada. O Dr. Velho tem de ver essas analises antigas com muita atenção para podermos saber até que ponto a desconfiança da doença Celiaca tem ou não fundamento e repetir essa analise ou mandar fazer teste para ficar tudo bem esclarecido.Ainda bem que é já amnhã a consulta... Beijinhos da avó.

Eli Gee disse...

Sim, avó Celeste... mas, enfim, duvido que vá ficar tudo esclarecido assim tão para breve. Era bom, mas não sei se possível. Contudo,é verdade, a consulta de hoje já vai ser meio caminho andado!

Beijinhos!

Eli Gee disse...

PS.: aos curiosos

A mensagem apagada era a da avó Celeste que estava duplicada!

Hihihi!!!