O post que ficou por escrever... para não esquecer!


Hoje levantámos cedinho e fomos com a tia Guida ao hospital fazer a última eco! É... continuas pequenita por isso deve ser mesmo assim, não tinha a ver com a minha suposta falta de descanso, como vês! Mas não faz mal, até a médica disse que isso era bom para nós, há-de facilitar o parto, concerteza... Hoje não nos demorámos a ver-te, foi rápido. De qualquer das maneiras há-de estar para breve o dia em que te vou ter nos braços pela primeira vez, pressenti isso.

Depois da eco almoçámos em casa da avó Benilde. A seguir fomos ao cabeleireiro: cortar cabelo, alisá-lo e arranjar os pézitos (que mais parecem dois troncos, até impressiona!). No caminho de regresso passámos na farmácia e comprei a cinta para eu usar depois de nasceres e Gretalvit: são as coisas que ainda me faltam na mala da maternidade.

Estranho, andei o dia inteiro com uma moinha estranha na zona dos rins. De resto, um bocado cansada, fomos para nossa casa dormir uma grande sesta que só terminou quando o paizola chegou a casa!
Seguimos para casa da avó Celeste e do avô Narciso para o habitual jantar das quartas-feiras. A moinha nos rins não passa e dá-me a impressão que se intensifica por períodos e se acalma por outros, num ritmo com alguma cadência... a avó Celeste está entusiamada e diz que são contracções. Eu cá não quis entrar em falsas suposições mas concordei automaticamente. Sim, eu já sei que são contracções, embora surpreendida pelo facto de as sentir nos rins e não na zona uterina. Comecei agora a contar para mim o intervalo entre elas.
O paizola não se sente preparado. Acho que não quer acreditar. Afinal de conta hoje é dia 8 e só está previsto que nasças a dia 13!
Jantámos bem, embora eu não tivesse muita fome. Sentia-me já um bocado cansada, outra vez. Só me apetecia deitar-me para dormir!

Já passava da meia-noite quando regressámos os três a casa.Tomei banho e deitámos-nos para descansar... De mão dada com o paizola, não consigo adormecer... as contracções estão com intervalos cada vez menores e começo a pensar se não é melhor ir ao hospital....


(Isto foi assim há precisamente um ano, na véspera de nasceres!)


2 comentários:

Anónimo disse...

PARABÉNS MINHA PEQUERRUCHA!!! Não vejo a hora de te amassar de beijinhos!! Me aguarde...

Parabéns também à mami e ao paizola por serem as pessoas maravilhosas que são e por terem posto no mundo essa perfeição de gente que és tu!!

Beijos e amassos e...até logo!!

Tia Mó disse...

Ah...a propósito, o anónimo de cima sou eu...